Governo anuncia medidas para ajudar a economia

Governo Federal anuncia R$ 147,3 bi em medidas emergenciais para combate aos efeitos do coronavírus
17 de março de 2020
PF suspende vistorias do segmento de segurança privada
17 de março de 2020

Foto: Albino Oliveira - Ascom/Ministério da Economia

Nesta segunda-feira (16/03), o Ministro Paulo Guedes anunciou algumas medidas imediatas com a injeção de R$ 147,3 bilhões na economia para socorrer setores da economia e grupos de cidadãos mais vulneráveis, além de evitar a alta do desemprego. Desse valor, R$ 83,4 bilhões devem ser destinados à população mais pobre e/ou mais idosa, com a liberação da primeira e segunda parcela do 13º salário de forma antecipada para abril e maio. Além disso, será reduzido o teto de juros do empréstimo consignado para aposentados e pensionistas, aumento da margem e do prazo de pagamento.

Para as empresas, anunciou que poderão adiar, em três meses, o pagamento do Simples Nacional e o depósito do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) dos trabalhadores. As contribuições ao Sistema S serão reduzidas pela metade, e haverá facilitação para renegociar crédito e receber insumos de fora. Será liberado também crédito do PROGER/FAT para as Micro e Pequenas Empresas da ordem de R$ 5 bilhões.

Anunciou ainda o repasse de R$ 4,5 bilhões do fundo do DPVAT – seguro veicular obrigatório – para o combate ao coronavírus, e a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para produtos nacionais e importados que tenham relação com o enfrentamento da doença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X