Campanha Nacional contra a Clandestinidade é lançada em Florianópolis

22 de Março de 2017 às 11:32

O Encontro Regional Sul foi encerrado nesta terça-feira, 21 de março, no Costão do Santinho. O evento foi promovido pelos Sindesp´s de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul e pela Federação Nacional das Empresas de Segurança e Transporte de Valores (Fenavist). O ato de lançamento da Campanha Nacional contra a Clandestinidade e da Cartilha "Como Contratar Segurança Privada Legal e Qualificada" fechou a participação do setor de segurança privada no VII Congresso Nacional dos Delegados de Polícia Federal.

O delegado da Polícia Federal Jorge Luís Fayad Nazário introduziu o lançamento falando sobre os paradigmas existentes no setor da segurança privada, "no Brasil não existe punição a quem contrata segurança clandestina, por isso não existem instrumentos legais para punir". 

Por sua vez, o presidente da Fenavist, Jeferson Furlan Nazário, mostrou aos presentes a Cartilha "Como Contratar Segurança Privada Legal e Qualificada" e fez o lançamento oficial da Campanha Nacional contra a Clandestinidade. "Essa campanha busca alertar a população para os riscos de contratar segurança clandestina e é complementada pela Cartilha, que orienta como buscar empresas certificadas. Também estamos trabalhando pela atualização do Estatuto da Segurança Privada para auxiliar no combate à clandestinidade. Para se ter ideia, no Brasil para cada posto de trabalho formal na vigilância formal, temos três clandestinos trabalhando", destacou  Nazário. 

O presidente do Sindesp-SC, Dilmo Berger,  esteve presente no encerramento do evento e falou sobre a importância da realização do evento em Florianópolis, "o Encontro Regional Sul fortaleceu os três estados do sul na luta contra a clandestinidade na área de vigilância privada. O lançamento da Cartilha e da campanha evidenciarão nossas demandas para todo o país”. 

(Informações da Assessoria de Comunicação Sindesp-SC)