William Waack analisa momento econômico e político do país durante o Enesp Sul 2019

Integração entre segurança pública e privada é destaque no Enesp Sul
24 de outubro de 2019
Reunião de Diretoria e AGE Fenavist são realizadas durante o Enesp Sul
25 de outubro de 2019

A programação do Enesp Sul seguiu de forma intensa na tarde desta quinta-feira, 24 de outubro, no Hotel Laghetto Stilo Borges, em Gramado. A atração principal ficou por conta da palestra com o jornalista e escritor William Waack. O palestrante focou a explanação em uma análise econômica e política do Brasil atual, trazendo uma ampla reflexão sobre os primeiros 10 meses dos governos estaduais e federal eleitos em 2018. Waack também abordou a imagem do Brasil no exterior diante da possível retomada econômica e das ações empreendidas pelo governo nos últimos meses.

Inicialmente, o jornalista traçou um histórico do sistema político desde o fim do Regime Militar, até as eleições presidenciais 2018. Segundo Waack, o Brasil passa por uma deterioração do sistema político/partidário, levando a população a um comportamento mais vigilante e presente nas discussões políticas, “é perceptível a vontade do povo em se inteirar politicamente nos últimos anos. A própria vitória eleitoral do presidente Jair Bolsonaro se deu por conta de um engajamento populacional que buscou uma alternativa ao modelo anterior. Se o resultado será positivo ou negativo, somente o tempo poderá confirmar”.

Na opinião do palestrante, o presidente precisará se empenhar em trabalhar politicamente pautas fundamentais para o crescimento do país, como a Reforma Tributária, Pacto Federativo e Reforma Administrativa. “Chegou a hora de o governo gastar energia com o que realmente importa. Passamos por uma crise fiscal dramática, para se ter ideia, a cada real que entra nos cofres públicos, R$0,75 já está comprometido com benefícios, isenções ou pensões/aposentadorias, por isso transformar o Brasil é um desafio imediato. Para alcançarmos produtividade e competitividade será necessário desregulamentar, desburocratizar, desestatizar e aprovar novas reformas, além da Previdência que já tramita no Congesso Nacional”.

Por fim, o jornalista destacou que o cenário atual é melhor que o vivido há alguns anos, mesmo com um crescimento econômico baixo, “ainda que os dados não apontem uma grande retomada, vemos aos poucos uma evolução gradual de otimismo na população. Uma das grandes vitórias dos últimos tempos foi o crescimento do interesse pelo debate político, fator fundamental para o crescimento de uma nação. Podemos sim reerguer o Brasil, só depende de nós”. A palestra foi marcada por grande interação entre o público e William Waack, que respondeu às perguntas e debateu ideias com os participantes.

No encerramento do dia, todos os conferencistas receberam premiações de agradecimento pela participação no Enesp Sul, assim como os executivos dos sindicatos que foram responsáveis pela organização do evento. Os presidentes dos sindicatos realizadores voltaram ao palco para as homenagens e discursaram ao público presente, “esse dia de Enesp Sul foi gratificante para os três sindicatos organizadores. Tivemos lotação máxima do auditório, com mais de 150 pessoas passando por aqui. A presença de todos é a recompensa pelo trabalho árduo de montagem deste encontro”, destacou o presidente do Sindesp-PR, Alfredo Vieira Ibiapina Neto.

“Em nome do Rio Grande do Sul, agradeço todos os participantes por este evento magnífico. Observamos a representatividade deste público, repleto de grandes empresários e líderes sindicais que abriram mão de algumas de suas obrigações rotineiras para estarem conosco nesta data. Não temos dúvidas que o Enesp Sul já alcançou seu êxito e ficará marcado na história da Federação”, exaltou o
presidente do Sindesp-RS, Silvio Renato Medeiros Pires.

O presidente do Sindesp-SC, Dilmo Wanderley Berger, proferiu o discurso que encerrou o dia em Gramado, “parabenizo os executivos dos sindicatos pela bela organização deste evento. É fundamental termos oportunidades como esta para debater o setor de segurança privada, tão importante na geração de empregos e de grande contribuição econômica para o país. As palestras deste dia nos provocaram importantes reflexões e deixaram uma esperança próspera para o futuro do setor”.

O Enesp Sul segue nesta sexta-feira, 25 de outubro, a partir das 8h30 com palestra sobre a Lei Geral de Proteção de Dados. Na sequência ocorrerá a AGE Fenavist.

Fonte: Ascom/Sindesp-SC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X